Notícias

Indique esta página a um amigo  
Envie aqui seu comentário  

Notícias
 
 

Abaixe o som: 12% das crianças e adolescentes apresentam perda auditiva



O seu filho, seja ele criança ou adolescente, passa horas “conectado” a um player de música? Este isolamento musical pode está fazendo mais do que irritar os pais. De acordo com a Associação Nacional da Fala Linguagem e Audição (EUA), estima-se que quase 12% de todas as crianças com idades entre 6-19 têm perda auditiva induzida por ruído (conhecida pela sigla PAIR). Este tornou-se um problema de saúde pública generalizada grave, que pode ocorrer em qualquer idade. Embora trabalhadores da construção civil e militares sejam rotineiramente expostos a níveis excessivos de ruído que causam perda de audição, a pesquisa recente sugere que ouvir música através de um iPod ou outro dispositivo em determinados níveis de som também pode ser perigoso para a audição. Tendo em conta que muitas crianças e adolescentes passam muitas horas ligados aos seus dispositivos, algumas precauções devem ser usadas ??para evitar a perda de audição.

O ouvido externo recebe ondas sonoras e as afunila pelo canal auditivo até o tímpano e, em seguida, para o ouvido interno. O ouvido interno é um órgão semelhante à concha de um caracol chamado de cóclea. Dentro da cóclea, existem milhares de células ciliadas que são as responsáveis reais ??pela nossa audição, porque transmitem os sons para o cérebro. Os cientistas acreditam que a PAIR danifica as células ciliadas do ouvido interno, causando a perda da capacidade de transmitir som. Este distúrbio é gradual e indolor, porém, eventualmente, torna-se permanente. Uma vez danificadas, as pequenas células ciliadas do ouvido interno não podem voltar a crescer.

O som é medido em decibéis. Por exemplo, uma conversa normal normalmente alcança 60 decibéis; secadores de cabelo e máquinas de cortar grama chegam aos 90 decibéis; shows de rock e corridas de carro podem chegar a 110 decibéis; e armas de fogo e fogos de artifício muitas vezes fazem sons superiores a 140 decibéis. Qualquer som acima de 85 decibéis é alto o suficiente para prejudicar a audição. Ainda assim, tal como os danos causado pelo sol, quanto mais intenso é o som, menor é a quantidade de tempo que se pode ser exposto a ela antes de ocorrerem danos.

O que você pode fazer para evitar a perda de audição?

• Use proteção auditiva: Para eliminar o ruído indesejado, várias opções estão disponíveis, tais como protetores de orelha e tampões para os ouvidos. Protetores auditivos podem ser feitos sob medida ou individualmente moldados e estão disponíveis através de fonoaudiólogos locais. Aliás, a receita caseira de colocar algodão nos ouvidos não funciona.
• Limite o tempo: Faça pausas enquanto está ouvindo seu iPod ou outro dispositivo para dar aos seus ouvidos algum tempo de recuperação.
• Distancie-se: Quanto mais longe você está do barulho, menos dano que vai causar.
• Abaixe o volume: Um estudo publicado em 2006 mediu os períodos adequados de exposição aos aparelhos da Apple sem correr o risco de causar danos à audição. Usando de 10 a 50% da capacidade de volume do iPod, não há limite de tempo diário; aos 60%, o ideal é que se utilize o player por no máximo 18 horas; com 70% o número cai drasticamente, indo para um máximo de 4,6 horas diárias; já com 80% da capacidade, não deve-se passar de 1,2 horas e, aos 90%, o máximo é de 18 minutos por dia. Por último, para ouvir música “no talo”, com 100% do volume, através dos fones padrão da marca, não se pode passar dos 5 minutos diários.

Se você quiser fazer um teste para saber se está tudo bem com seus ouvidos, pode clicar neste link e seguir as instruções dadas pela empresa especializada em tratamentos auditivos.

Fonte: HypeScience

O realizador, o pacificador e o brincalhão: como a ordem de nascimento afeta a personalidade dos irmãos

Estudo polêmico questiona benefícios da amamentação

Crianças devem ter frequência mínima de 60% na pré-escola

Cães promovem mobilidade e estímulo para deficientes físicos

Excesso de controle dos pais leva criança a vivenciar tédio

Aparelho celular pode causar perda auditiva nas crianças

Exame do pezinho irá identificar mais duas doenças congênitas

Sistema de FM já está disponível pelo SUS para estudantes com deficiência auditiva

Escola tem banda que integra crianças surdas e ouvintes

De qualquer estilo, boa música ajuda a criança a se desenvolver

Obesidade em adolescentes está relacionada a perda auditiva

Signwriting

Volume muito alto pode causar lesões sérias em bebês

Inclusão: você está preparado?

As leis sobre a diversidade

Cromossomo responsável pela síndrome de Down é “desligado” em laboratório

Cientistas descobrem novo modo de diagnosticar autismo em crianças de 1 ano

Teste da orelhinha em crianças agora é obrigatório em Minas

TDAH

Coma vegetais para uma boa saúde auditiva

Livros infantis promovem a inclusão social de crianças com deficiência

A audição dos cachorros está mudando a vida de crianças deficientes auditivas

Quando o silêncio não é de ouro

Pesquisa mostra que investimento em educação reduz criminalidade

Obesidade pode causar perda de audição em jovens

Triagem auditiva em bebês não predizem o futuro

Bem-vindo à Holanda

Revista Aprendizagem

Phonak Pediátrico: 40 anos conectando as crianças ao mundo!

Phonak apresentará na Educar sistema inteligente de amplificação sonora para salas de aula

A principal causa da surdez na infância é a herança genética

Só 5% das crianças com deficiência que entram na escola chegam ao ensino médio



Fases de crescimento e desenvolvimento que modificam o sono do bebê e da criança




Iniciativa do Hear the World no Brasil orienta professores a identificarem perda auditiva em alunos




App de comunicação para pessoas com deficiência terá novas versões




Testes em crianças identificam problemas de linguagem que podem prejudicar a alfabetização




Criança com muita dificuldade de aprender a ler pode ter dislexia; conheça o transtorno




Fonoaudiólogos querem implementar teste para detectar língua presa em recém-nascidos




Aprendendo o alfabeto no primeiro dia de aula de faculdade




Em 10 anos, número de matrículas de alunos com deficiência sobe 933,6%




Tablets caem no gosto das crianças; será a nova babá eletrônica?




Por que ter um profissional de fonoaudiologia nas escolas?



Pais superprotetores inibem o crescimento do cérebro de seus filhos



80% dos pais não notam perda auditiva dos filhos



24 respostas para as principais dúvidas sobre inclusão - As soluções para os dilemas que o gestor enfrenta ao receber alunos com deficiência



A história da minha vida - Helen Keller



Um quinto das crianças de até 5 anos tem dificuldades para ouvir



Facebook lança guia para ajudar professores a usar mídia social



Distúrbio auditivo é confundido com déficit de atenção

Voltando a ouvir



Amamentação melhora desempenho escolar da criança



Conheça um pouco sobre o sistema de fm para pessoas com deficiência auditiva



Fundação Hear the World apóia Programa de Treinamento em serviço de referência em Triagem Auditiva em São Paulo



Balbuciar é fundamental para o desenvolvimento dos bebês



Psicomotricidade: a ciência do desenvolvimento humano



Criança que ouve direito



Pais barram filhos deficientes em escolas comuns, aponta pesquisa De São Paulo



Criança dorme menos do que o indicado



Conheça mais sobre dor de ouvido, muito comum na primeira infância.
por Letícia Dal'Jovemo
(São Paulo- Brasil, 10 de agosto 2010)



Teste da orelhinha agora é obrigatório
(São Paulo- Brasil, 10 de agosto 2010)




Artigo – Programa Infantil
(São Paulo- Brasil, 22 de fevereiro 2010)




Crescimento e Desenvolvimento
(São Paulo- Brasil, 22 de fevereiro 2010)




Estudo associa melhora da qualidade do ar à redução nas infecções de ouvido
(São Paulo- Brasil, 22 de fevereiro 2010)




Implante coclear traz qualidade de vida para crianças com problema de audição
(São Paulo- Brasil, 18 de fevereiro 2010)





Artigo publicado na revista Reação, Ano XI - Ed. nov/dez 2008
Desabafo sobre o preconceito - Por Vanessa Vidal
(São Paulo- Brasil, 18 de junho 2009)




Aconteceu em São Paulo
Professores fazem curso de lingua portuguesa para deficientes auditivos
(São Paulo- Brasil, 18 de junho 2009)





Aconteceu em São Paulo
Teatro para deficientes auditivos e visuais
(São Paulo-SP, 28 de outubro 2008)




Aconteceu em Campinas
I Congresso Brasileiro de Otorrinopediatria
(Campinas - SP, 24 e 25 de abril 2009)


Aconteceu em Bauru
O nascimento do Programa Infantil Phonak Brasil
(Bauru - SP, 18 de abril 2009)
 


  >> contato@programainfantilphonak.com.br

Tel: 0800 701 8105






   
 
 

O tempo de uso dos aparelhos auditivos é sempre um elemento a favor do desenvolvimento da criança. A utilização do aparelho ou IC deve fazer parte da rotina de vida da criança.